...and Action!

Rodando.

Os amantes do diretor Quentin Tarantino estão eufóricos com a estréia da semana!

Bastardos Inglórios, o novo longa do diretor chegou às telas nacionais na última sexta-feira. Talvez o mais difícil para este post entrar no ar tenha sido conseguir um ingresso para a sessão: feriado e chuva = salas lotadas (eu só consegui porque comprei antecipado).

Bom, na verdade eu não queria contar absolutamente nada sobre o filme, apenas o que todos sabem. O filme se passa na França, em 1941 – por ai –, durante a ocupação nazista e toda trama gira em torno desse plano de fundo. Divida em capítulos, claro.

Os diálogos continuam muito bons – como todos os filmes do diretor –, e para quem espera sangue atrás de sangue, digo que o filme está mais “maduro”.

Sim, diferente dos mares de sangue e violência pesada do portfólio de Quentin, Bastardos Inglórios é menos frenético e a história, mais profunda. Mesmo assim, a ânsia por vingança/violência pode ser vista durante os 150 minutos de filme – de forma bem humorada e à la Tarantino com torturas (mais light) e formas “autênticas”.

Brad Pitt e todo elenco estão ótimos, mas quem roubou a cena foi o ator austriaco Christoph Waltz, no papel do irônico General da SS. Eu ri bastante e não pisquei um segundo sequer. Sem contar a fotografia, a trilha sonora, os letreiros... Eu amei tudo. Sou fã do cara e aguardava mais do que ansiosamente pelo longa.

Se você é daqueles que não gostam dos outros filmes dele, fique tranquilo. Esta é uma boa oportunidade para você mudar seus conceitos. O filme é diferente, em vários termos, de tudo que você conhecia sobre Tarantino – sem perder a identidade. Será que estou sendo clara e me fazendo entender?

Não se assuste com as cenas de violência, ok? Elas não deixaram de existir, apenas estão mais ponderadas (afinal, o filme é dele, né).

Simplesmente sensacional. Na minha opinião, obviamente.

Quem assistiu, por favor, comente. E se não viu e quiser saber mais, também comente - quero muito trocar figurinhas sobre o filme, mas não quero estragar nenhuma surpresa!



CURIOSIDADES

- Leonardo DiCaprio chegou a ser cogitado para protagonizar o filme.
- Quentin Tarantino cancelou sua vinda ao Festival do Rio para divulgar o longa.


FICHA TÉCNICA
Diretor: Quentin Tarantino
Elenco: Brad Pitt, Diane Kruger, Mélanie Laurent, Christoph Waltz, Daniel Brühl, Eli Roth, Samm Levine, Michael Fassbender, B.J. Novak, Til Schweiger.
Produção: Lawrence Bender
Roteiro: Quentin Tarantino
Fotografia: Robert Richardson
Duração: 153 min.
Ano: 2009
País: EUA/ Alemanha
Gênero: Ação
Cor: Colorido
Distribuidora: Universal Pictures
Estúdio: Lawrence Bender Productions / Universal Pictures / A Band Apart / The Weinstein Company / Studio Babelsberg / Zehnte Babelsberg
Classificação: 18 anos

3 comentários:

João Manoel disse...

Tassi, quero ver esse e o desinformante !!! o Duro é que amanha eu trabalho e so vou ter o domingo :-(
Beijos

Guilherme Maia disse...

Um dos melhores filmes do Tarantino. Exatamente como você falou, o filme é mais maduro do que a maioria dos filmes dele. Mas não me arrisco falar que é o melhor. Afinal, o cara fez Cães de Aluguel, Pulp Fiction, Death Proof... enfim, não dá pra escolher só um!

paola del monaco disse...

O filme é sensacional! Certamente irei comprar para ver e rever. Mas eu confesso: eu fechei os olhos em algumas cenas e, em outras, apertei a mão do Frango até perder as forças. haha

Subscribe